quinta-feira, 28 de abril de 2011

O Garoto Negro Que Queria Ser Cantor


A televisão e Ana Maria Braga me acordaram. No Mais Você, a loira apresentava uma reportagem sobre algumas crianças de um abrigo, onde eram acolhidas quando retiradas das ruas e do seio de famílias desestruturadas. Uma a uma, aquelas desafortunadas criaturas iam dando seu depoimento acerca da carência afetiva e de seus sonhos em família. Como nossas crianças são maltratadas! Passa de 4 mil a quantidade delas, prontas para a adoção. Porém, as famílias a isso dispostas discriminam suas exigências: A criança precisa ser, impreterivelmente, de até 3 anos, do sexo feminino e branca. O menino, adolescente, negro, que queria uma família, explicava seu desejo de ter pai e mãe que lhe ajudassem a ser cantor. Enquanto a conversa com o repórter se desenvolvia, sua linda voz tecia a trilha sonora da matéria. ♪♫ ”... Só quero lhe falar de quando a gente andava nas estrelas..."♪♫. Sua voz ficou molhada no fluir das notas. ♪♫ “... Quando a chuva passar, quando o tempo abrir, abre a janela e veja, eu sou o Sol..."♪♫.  Certamente, até o Louro José se emocionou. ♪♫ “... Eu sou céu e mar, sou seu e fim. E o meu amor é imensidão..."♪♫. A sofrida voz se calou. A matéria terminou. Ana Maria, emocionada, expunha seus pesares e comoções. Quanta melancolia no ar. Não demorou muito e logo os assuntos passaram a ser outros. A lágrima da apresentadora já havia secado. Se pesares resolvessem...! Finalizara-se o programa. Entretanto, as crianças permaneceram povoando o abrigo e, o garoto negro, provavelmente, não terá um holofote, um microfone e uma família.

Bjus, Pétalas.
:D




2 comentários:

  1. Eitaaaaaaaaaaaa Mulher retadaaaaa....
    Só você.....1onze421432..22

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo! Gostei!

    ResponderExcluir